Notícias

29/10/2014

Fundação Xuxa Meneghel celebra 25 anos de promoção aos direitos das crianças e dos adolescentes com grande festa

Os 25 anos de trabalho, dedicação, cuidado e respeito às diferenças não poderiam ter sido lembrados e celebrados de outra forma. Diante de uma grande festa para comemorar essa data tão especial para as crianças, adolescentes, jovens, funcionários e voluntários que já passaram pela Fundação, emoção e alegria marcaram presença.

Em toda a sua história, desde 1989, a Fundação Xuxa Meneghel teve um importante papel na vida de meninos e meninas por todo o Brasil por meio de campanhas, redes de mobilização social, projetos e um forte trabalho de incidência política para influenciar na formulação de políticas públicas que garantam à infância e à juventude seus direitos.

Com sede na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a instituição realizou cerca de 200 mil atendimentos, desenvolvendo um trabalho integrado de educação, cidadania e participação infantojuvenil, com apoio às famílias, incentivo ao desenvolvimento comunitário, capacitação profissional e geração de trabalho e renda.

A festa começou no início da tarde de 28 de outubro com atividades de recreação para as crianças, apresentação dos personagens infantis da Xuxa e dos projetos Canto Coral e o de Hip-Hop – ambos da Fundação –, shows de Anitta, Mc Buchecha, Naldo e do DJ Allen & San com o objetivo de fazer a festa para o público infantojuvenil da Fundação.

As homenagens proporcionaram momentos emocionantes no decorrer da cerimônia conduzida pela atriz Bianca Rinaldi. Os agradecimentos aos parceiros com a entrega de lindas esculturas presenteadas pela artista plástica Bia Dória, a presença da atriz Bruna Marquezine lembrando a importância da aprovação da Lei Menino Bernardo e a entrega da placa ao mérito à Xuxa pelo Juiz Rossidélio da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (AMAERJ) em razão do exercício social e de cidadania realizado na Fundação marcaram a solenidade.

Ainda no palco, os ex-integrantes da instituição comoveram a plateia e agradeceram por tudo que aprenderam e desenvolveram nos anos que passaram como crianças e adolescentes dentro da Fundação Xuxa Meneghel.

“Entrei com 17 anos para fazer meu ensino fundamental e era um sonho. Após o ensino médio fiz o curso profissionalizante Comer, Trabalho e Prazer, fui crescendo e ano que vem me formo Engenheiro de Produção. A Fundação transforma vidas todos os dias e todos os anos.”, falou Leandro Picolo durante a homenagem.

Em 2014, a fim de celebrar a data, a instituição vem realizando diversas ações como a produção do livro comemorativo de 25 anos contando histórias de transformação na vida de crianças, adolescentes, jovens, famílias e educadores que passaram pela Fundação, passeios especiais para as crianças e adolescentes e muitos mais.

Nossa história

A inspiração de criar uma fundação que promovesse cuidado às crianças nasceu de um encontro da fundadora, Maria da Graça Xuxa Meneghel, com uma senhora que cuidava de meninas e meninos na região da Pavuna. Após a gravação de um especial do Xou da Xuxa, a senhora abordou Xuxa e pediu que fosse à sua casa conhecer as cerca de 80 crianças que lá moravam. No momento em que Xuxa chegou àquela residência percebeu que precisava fazer algo para retribuir o carinho que sempre recebeu das crianças.

O lugar escolhido para fundar a instituição foi a região de Pedra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro – área com um dos menores IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da cidade.

A inauguração da Fundação Xuxa Meneghel aconteceu no dia 12 de Outubro de 1989, propositalmente em um Dia das Crianças. E desde então não parou mais. Dentre os vários projetos criados e apoiados pela Fundação, a partir de sua abertura, destaca-se o movimento Acorda Pedra realizado em 1990. A iniciativa da mobilização era voltar as ações da instituição para a comunidade e, assim, entender o que se passava na vida dos moradores de Pedra de Guaratiba. Em função dessa mobilização feita juntamente com a comunidade alguns anos depois várias melhorias já podiam ser notadas.

Entre os anos de 2001 e 2006 a Fundação Xuxa participou da criação do NUDECA (Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente de Guaratiba), voltado à proteção e promoção dos direitos das crianças e adolescentes. Além dessa iniciativa, a instituição organizou também um projeto semelhante ao Acorda Pedra para aproximar, conhecer e motivar a juventude da Pedra de Guaratiba. Seu nome era A Cor da Pedra, inspirado no anterior. Dessa ação surgiram os cursos profissionalizantes realizados na Fundação como o Comer, Trabalho e Prazer – para capacitação na área da gastronomia –, Pré-Vestibular Comunitário, cursos de Inglês e Informática, A Cor da Arte e Pé na Produção – com foco no estímulo ao talento artístico –, dentre outros.

Com o acúmulo dessa experiência de trabalho em rede, em meados de 2005 a instituição começou a se envolver efetivamente em ações para influenciar nas políticas públicas em nível nacional. Foi então que passou a fazer parte da Rede Não Bata, Eduque! , uma iniciativa muito importante na história da Fundação Xuxa Meneghel por seu alcance e amplitude. A Rede tem como objetivo fazer a sociedade refletir sobre o uso da violência na educação de crianças e adolescentes.

Em 2014, Fundação Xuxa Meneghel comemorou uma grande vitória nessa área após anos de trabalho em parceria com instituições e movimentos sociais: a aprovação da Lei Menino Bernardo, que garante o direito de educação sem castigos físicos ou qualquer tipo de violência às crianças e adolescentes do Brasil.

Ao longo desses 25 anos a instituição investiu em diversas ações e projetos. Criou o Show Natal Mágico – O Direito das Crianças a ter Direitos Iguais e o Projeto +Criança na Rio + 20 que deu origem à Rede +Criança, constituída por meninos e meninas das diversas regiões brasileiras que desenvolvem ações para uma vida sustentável. Participa também de campanhas, como a de enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes da Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República, e no mesmo tema da campanha Carinho de Verdade que abraça o Programa Vira Vida, iniciativa do Conselho Nacional do SESI.

Hoje, a Fundação Xuxa Meneghel reflete de Pedra de Guaratiba para o Brasil o trabalho de transformar as histórias de crianças, adolescentes, jovens e adultos para que vivam em um ambiente no qual seus direitos sejam respeitados e suas oportunidades se multipliquem.