Notícias

28/11/2016

2ª Semana do Bebê terá casamento comunitário e discutirá vínculos entre mães detentas e seus filhos pequenos

O vínculo e aproximação entre mães e filhos desde o nascimento até a criança completar um ano serão temas de discussão e debates na 2ª Semana Estadual do Bebê, que será realizada entre os dias 28 de novembro e 02 de dezembro, na Unidade Materno Infantil  (UMI), no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu.  A unidade abriga internas que cumprem penas privativas de liberdade e tiveram seus filhos no cárcere.  Esse ano, a semana irá contar com palestras, oficinas e até um casamento comunitário entre detentas e  seus companheiros, que estão em liberdade.

A UMI, considerada referência nacional entre as unidades prisionais desse porte, conta, hoje, com 13 internas que cumprem pena e  estão com os bebês. Todas vão para essa unidade após dar a luz e ficam lá com seus bebês até que os mesmos estejam com idades entre seis meses e um ano. Com a devida atenção judicial, algumas mulheres que já estão para receber a liberdade, conseguem mais um tempo para permanecer com o filho na unidade e saírem os dois juntos. Quando não há outra opção, após esse período, as famílias das internas recebem os bebês.  Em última opção, a criança é encaminhada para uma família acolhedora, que cuida até que a mãe receba liberdade. Já na Penitenciária Talavera Bruce há 14 internas prestes a dar a luz. Com a Semana do Bebê, o objetivo é garantir agilidade na atenção judicial e a valorização do vínculo mãe-bebê para o desenvolvimento saudável da criança.

A grande novidade da Semana do Bebê esse ano é o casamento de detentas que estão na UMI. Através da direção da unidade, foi possível localizar e entrar em contato com os pais das crianças que decidiram se casar com suas parceiras que estão no cárcere.  A cerimônia será tradicional com cortejo, vestido de noiva, cerimônia religiosa e bolo.  A intenção é chamar atenção para o papel da paternidade e dos vínculos familiares na promoção dos direitos da criança. O casamento comunitário vai acontecer no dia 01 de dezembro às 13h.

Além do casamento coletivo, a 2ª Semana Estadual do Bebê vai promover o encontro de autoridades do poder judiciário e executivo, que participarão de uma roda de escuta das mulheres em situação de prisão. E também vai promover oficinas e palestras sobre temas como direitos das gestantes, violência doméstica, e cuidados com o bebê. Dentre as atividades que serão desenvolvidas estão a confecção de bonecas de tecido, uma oficina sobre leitura para bebês, entre outros.

O evento é uma iniciativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em parceria com a Fundação Xuxa Meneghel, a Defensoria Pública, o Ministério Público, o Tribunal de Justiça, o Instituto Masan, UNICEF, RGE, RioSolidario, Rede Nacional da Primeira Infância, Centro de Criação de Imagem Popular (CECIP) e a  Rede “Não Bata, Eduque!”.

Segue a programação:

Programação II Semana do Bebê UMI

Programação II Semana do Bebê UMI